Conheça os benefícios do Âmbar Báltico

0
1832

Você já deve ter visto um bebê com um colar de contas em tons que vão do amarelo ao marrom. Entre os pequenos famosos, Vivian Lake, filha da top Gisele Bündchen, chamou a atenção dos seguidores da mãe ao usar esse pequeno adorno. Não demorou para os jornalistas descobrirem que se trata, mais do que uma tendência da moda, mas de um poderoso aliado da saúde.

A Âmbar Báltico Original, empresa que comercializa o verdadeiro âmbar báltico, explica que embora seja chamado de pedra por alguns, na realidade é uma resina fossilizada com propriedades medicinais. É um produto natural de árvores que datam de mais de 50 milhões de anos. Conhecido como ouro líquido, a resina é um produto de uma variedade de Pinheiro (pinus succinites), que desapareceu na natureza, mas deixou essa dádiva para as próximas gerações.

Originário na região do Mar Báltico, o âmbar com propriedades terapêuticas é encontrado principalmente na Lituânia, Letônia e Estônia. Nunca houve registros da resina no Brasil.

Conhecido como o pai da medicina, Hipócrates chegou a descrever as propriedades medicinais e métodos de aplicação do âmbar em suas obras datadas do período a.C.. Registros da Idade Média também confirmam o seu uso por cientistas. Já na Roma Antiga, a resina foi utilizada na prevenção de doenças, com o intuito de curarem glândulas inchadas e dor de garganta. Especialmente na Alemanha, desde a época da Segunda Guerra Mundial, adornos de âmbar eram colocados em bebês para que eles sentissem menos dores com a erupção dos dentes.

O que muitos se perguntam é: afinal, qual é o grande segredo do âmbar? A resposta é invisível aos olhos, mas sensível ao corpo e a saúde – em contato com a pele, a resina aquece e libera uma substância chamada ácido succínico, que é absorvido pela corrente sanguínea e atua no processo terapêutico como analgésico, anti-inflamatório e calmante natural.

Trata-se de um poderoso antioxidante utilizado pela indústria farmacêutica na fabricação de medicamentos e suplementos alimentares, mas que você pode ter acesso apenas usando um colar ou pulseira diretamente em contato com a pele.

Pesquisas da Organização Mundial da Saúde mostram a ocorrência do ácido succínico no âmbar de boa qualidade, e este ácido se provou eficaz contra inflamações e auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, o qual é liberado quando em contato com o calor da pele.

O uso do âmbar báltico atua como um relaxante neuromuscular, o que traz impactos diretos ao bem-estar. Ajuda a melhorar a qualidade do sono, alivia o estresse, ameniza os quadros de ansiedade, melhora as cólicas e demais sintomas da tensão pré-menstrual das mulheres (TPM) e alivia dores crônicas e sintomas da fibromialgia.

Segundo a Âmbar Báltico Original, os interessados devem tomar cuidado para não adquirir o âmbar prensado, que é a sobra de pequenas contas que são submetidas ao calor e derretida a altas temperaturas para serem aproveitadas para confeccionar novos colares e o processo faz com que o ácido succínico evapore parcialmente ou por completo, acabando com o efeito terapêutico. Outra preocupação da empresa é quanto a falsificação da resina, pois o âmbar falsificado é vendido na internet e também no comércio popular a preços muito baixos. Na verdade, trata-se de contas de plástico e não apresenta nenhum efeito medicinal. (Fonte: Âmbar Báltico Original)

Âmbar Báltico Original
Centro Empresarial Jardim São Paulo
Av. Leôncio de Magalhães, 1004 – CJ 12 – Jardim São Paulo
Fone/WhatsApp: (11) 98988-0386

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome