Programação cultural agita o CCJ

0
29

O Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ) – Avenida Dep. Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha -, está com uma programação cultural intensa e gratuita neste próximo sábado, dia 8 de dezembro. Confira e escolha seu programa favorito:


Trovadores Literários / Foto: Divulgação

Trovadores Literários
Quando: 8 de dezembro
Onde: Biblioteca
Horário: às 15h
Classificação indicativa: Livre
Duração: 40 min

Em homenagem aos grandes clássicos da literatura mundial, o Núcleo Educatho traz para o público o universo dos antigos trovadores, artistas que passeavam pelas feiras e cidades improvisando e compondo cantigas e músicas. Três atores/músicos conduzirão a performance e utilizarão instrumentos como violão, sanfona, tambores e percussão, elaborando charadas e brincadeiras cantadas para que o público adivinhe os personagens e de qual histórias eles pertencem. Quando o personagem for descoberto o público ganhará um trecho do livro e isto estimulará o contato com as obras em si, além de um novo olhar sobre esses clássicos da literatura.


Tribunal dos Animais / Foto: Divulgação

Tribunal dos Animais
Quando: 8 de dezembro
Onde: Mirante
Horário: às 17h
Direção artística: Catherine Baÿ
Classificação Indicativa: Livre

A intervenção urbana estreou em maio de 2018 na Escola de Belas Artes de Paris e conta com a participação de performers brasileiros, por meio de uma oficina de criação com a artista Catherine Bay. Os performers vestem máscaras que fazem referência a fábulas conhecidas e circulam pelo espaço a pé, até iniciar uma plenária pública, em forma de áudio-peça. O trabalho trata da decadência da democracia e foi criado em colaboração com o artista sonoro brasileiro Dudu Tsuda.

Catherine Baÿ vive e trabalha em Paris. Estudou teatro com grandes mestres como Jacques Lecoq e Philippe Gaulier e dança com Philippe Decouflé. Passou cerca de 10 anos desenvolvendo seu trabalho como coreógrafa e diretora, levando esta experimentar para diferentes formas como coreografia, performance, direção, vídeo e cabaret. Desde 1994 desenvolve uma série de trabalhos que abordam códigos de representação.


Grupo Identidade e Movimento / Foto: Divulgação

Dança: Forma, Técnica e Biodiversidade da Vida
Quando: 8 de dezembro
Onde: Arena
Horário: das 18h às 20h
Classificação Indicativa: Livre

O projeto do grupo Identidade e Movimento contribui para o entendimento da biodiversidade da vida, considerando todas as suas formas, assim como os genes contidos em cada indivíduo e a inter-relação ou ecossistemas. São dois espetáculos, a começar por “Escravos da Vida”, que tem o intuito de ilustrar coreograficamente fatos do nosso cotidiano que são similares à história da colonização forçada, como preconceito, pobreza, discriminação com a mulher preta e o fascismo político. Já o espetáculo “Marionetes Humanas” trata sobre a manipulação e sua forma de agir para que todos se mantenham alienados, desprovidos de inteligência e discernimento da informação.


Banda Maglore / Foto: Divulgação

MagloreSábado é Rock
Quando: 8 de dezembro
Onde: Anfiteatro
Horário: das 20h às 21h30
Classificação Indicativa: 16 anos

Maglore é uma banda de rock alternativo e psicodelia de Salvador, formada por Teago Oliveira (voz e guitarra), Felipe Dieder (bateria), Lelo Brandão (guitarra e teclado) e Lucas Oliveira (baixo e voz). O grupo é conhecido por misturar referências estéticas antigas, entre os anos 70 e 80, e mais modernas, sempre alinhadas a canções pop dançantes. A banda está em turnê do seu quarto álbum, “Todas as Bandeiras”, lançado em 2017, eleito pela crítica especializada um dos melhores discos do ano. Uma de suas canções, a “Ai, Ai”, fez parte da trilha sonora de “Malhação”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome