Conheça as verduras, raízes e tubérculos disponíveis nesta época

0
236

Foto: Carla Serrano

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo desenvolve por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), um trabalho de incentivo à utilização de produtos da época. Confira mais informações sobre as verduras, raízes e tubérculos desta época.

Raízes e Tubérculos:
Mandioquinha: Oferece boas quantidades de tiamina e niacina, duas vitaminas do complexo B necessárias para a produção de energia, a saúde do sistema nervoso, e funções cerebrais. Boa fonte de fibras insolúveis, ela facilita todo o processo de digestão, previne problemas intestinais e da sensação de saciedade.

Inhame: O inhame é um tubérculo que, além de ser uma excelente fonte de energia, contêm proteínas e é rico em fibras e minerais como fósforo e potássio. Destaca-se ainda por apresentar vitaminas do complexo B. Alguns estudos apontam que o inhame é um alimento com diversas propriedades funcionais, podendo agir como antioxidante, anti-inflamatório, regulador hormonal e estimulante do sistema imunológico.

Cará: O cará é uma excelente fonte de energia. Composto por carboidrato de baixo índice glicêmico, o alimento é uma ótima opção para quem precisa controlar a glicemia. Além disso, o tubérculo apresenta níveis elevados de potássio, magnésio, fósforo e cálcio.

Verduras:
Espinafre: Com alto teor nutritivo, o espinafre possui vitaminas e minerais como ferro, cálcio, fósforo, magnésio, cobre e vitaminas A, C, E, K e B6. Contém luteína, uma substancia presente no espinafre é aliada contra doenças oculares como degeneração macular e catarata.

Acelga: É nutritiva e possui sabor amargo e levemente picante. A presença de vitamina C fortalece o sistema imunológico. Possui alguns flavonóides importantes para o controle da glicemia, permitindo que os níveis de açúcar no sangue se mantenham estáveis.

Repolho: O repolho pode ter cores variadas, roxo, verde, branco e ter folhas lisas ou encrespadas. Pode ser usadas em muitos tipos de preparações, sopas, saladas, refogados, sucos. Ele auxilia na saúde intestinal, tanto prevenindo doenças quanto ajudando a regular o trânsito intestinal. Rico em enxofre e antioxidantes, que previne o envelhecimento precoce.

Confira a sugestão de receitas:

Nhoque de mandioquinha

Massa
Ingredientes
2 mandioquinhas pequenas (520g)
1 ovo médio (65g)
1 gema (20g)
1 xícara (chá) de farinha de trigo (125g)
1/2 xícara (chá) de farinha de trigo integral (65g)
1 colher (chá) de sal (6g)
1 colher (sopa) de manteiga (20g)
2L de água

Modo de Preparo:
Lave, descasque e pique as mandioquinhas. Cozinhe-as no vapor até ficarem macias e amasse-as com um garfo. Em um recipiente, misture a mandioquinha com o ovo, a gema, as farinhas, metade do sal e a manteiga e amasse bem. Enrole a massa em tiras de aproximadamente 1cm de diâmetro, cortando-a depois em pedaços de 2cm de comprimento. Em uma panela, afervente a água e cozinhe os nhoques até que subam à superfície. Retire-os com uma escumadeira. Deixe escorrer bem, coloque-os em uma vasilha refratária e reserve.

Molho
Ingredientes
7 tomates italianos médios (1,3 Kg)
1 cebola média (150g)
3 dentes de alho pequenos (6g)
1 colher (sopa) de azeite (15ml)
1 colher (chá) de sal (6g)

Modo de preparo:
Lave os tomates e faça um corte superficial em formato de cruz na parte de inferior de cada um deles, coloque-os em água fervente, suficiente para cobrir, por aproximadamente 5 minutos, retire e coloque-os imediatamente em um refratário com água gelada. Puxe a pele dos tomates, retire suas sementes e bata-os no liquidificador. Descasque, lave e pique a cebola e o alho. Em uma panela, refogue o alho e a cebola com o azeite e acrescente o tomate batido e o sal, deixe no fogo até apurar. Sirva por cima do nhoque.

Rendimento: 13 porções
Peso da porção: 100g
Valor calórico da porção: 161 Kcal
Tempo de preparo: 1h10min

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome