Fábricas de Cultura realizam programação especial para relembrar e fortalecer as lutas femininas

0
414

Espetáculo Os Rastros das Marias – Foto: Divulgação

Tradicionalmente
dedicado à mulher, em Março se relembram as lutas de mulheres
operárias por melhores condições de trabalho no início do último
século. Mesmo após algumas conquistas, ainda hoje a mulher não
está em situação de igualdade política e social. E com o objetivo
de elucidar diversas questões que envolvem “ser mulher”, as
Fábricas de Cultura da Zona Norte
– equipamentos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do
Governo do Estado de São Paulo – promoverão uma série de
atividades gratuitas.

Entre
espetáculos, rodas de conversa, oficinas, saraus e batalhas de rap,
o objetivo é proporcionar espaços de discussão e apresentar
possíveis estratégias de enfrentamento para as lutas femininas.
Serão abordados tópicos como: o apagamento de feitos de grandes
mulheres como Pagú, Carolina Maria de Jesus, Tereza de Benguela e
Maria Firmina dos Reis; a múltipla jornada feminina; resistência e
saúde mental das mulheres negras; saúde sexual e autoestima;
padrões femininos; silenciamento; entre outros.

Confira
abaixo a programação completa:

Pelas
margens: vozes femininas na literatura e periférica
12/3,
terça-feira, às 14h30. Local: Fábrica de Cultura Brasilândia
13/3,
quarta-feira, às 14h30. Local: Fábrica de Cultura Vila Nova
Cachoeirinha
19/3, terça-feira, às 14h30. Local: Fábrica de
Cultura Jaçanã
Recomendação etária: livre
Bate-papo entre
os jovens das fábricas de cultura e a autora Jessica Balbino sobre o
conteúdo literário produzido por mulheres periféricas em todo o
Brasil.

Oficina
de educação em sexualidade e saúde da mulher negra
14/3,
quinta-feira, às 14h30. Local: Fábrica de Cultura Jaçanã
15/3,
sexta-feira, às 14h30. Local: Fábrica de Cultura Brasilândia
21/3,
quinta-feira, às 14h30. Local: Fábrica de Cultura Vila Nova
Cachoeirinha
Recomendação etária: 15 a 19 anos
Vagas: 30
A
oficina tem como objetivo levar informações e estimular reflexões
sobre o exercício saudável da sexualidade, focando no conhecimento
do corpo, na autoestima, na prevenção de DSTs e da AIDS e no
planejamento familiar. A atividade tratará especificamente da
questão da saúde da mulher negra.

Clube
de leitura com Coletivo Mulheres Negras na Biblioteca
19/3,
terça-feira, às 14h30. Local: Fábrica de Cultura Brasilândia
20/3,
quarta-feira, às 14h30. Local: Fábrica de Cultura Jaçanã
28/3,
quinta-feira, às 14h30. Local: Fábrica de Cultura Vila Nova
Cachoeirinha
Recomendação etária: maiores de 15 anos
Vagas:
15
O Coletivo convida o público à leitura coletiva de um texto
de autoria de uma mulher negra, a partir daí, os participantes
trocarão suas impressões acerca da obra. A ideia é proporcionar um
contato direto com a narrativa de escritoras negras e aumentar o
interesse do público pela leitura de suas produções.

A
figura da mulher na sociedade – Bate-papo com Isabela Penov
22/3,
sexta-feira, das 15h às 17h
Local: Fábrica de Cultura Vila Nova
Cachoeirinha
Recomendação etária: maiores de 12 anos
Atriz e
poeta, Isabela Penov propõe um bate-papo sobre a figura da mulher na
sociedade atual. Ao longo do encontro, a artista realizará
intervenções com poemas que dialoguem com a temática.

Os
Rastros das Marias
28/3, quinta-feira,
das 20h às 22h
Local: Fábrica de Cultura
Brasilândia
Recomendação etária: livre
Com interpretação
de Cyda Badú, o solo teatral conta a história de uma mulher negra
que nasceu no Brasil, em um quilombo, e não aceitou o destino que
diziam ser o seu: empregada doméstica. Saiu pelo mundo, lutou e
conheceu as histórias e os trabalhos de outras mulheres, de tempos
distantes e também atuais, que lhe deram força para resistir e
seguir em frente. “Os Rastros das Marias” cita, relembra e
celebra Tereza de Benguela, Maria Firmina dos Reis, Carolina Maria de
Jesus entre outras heroínas negras, de tal forma que não se sabe a
quem um fato narrado está se referindo.

Fábrica
de Cultura Vila Nova Cachoerinha
Rua
Franklin do Amaral, 1575
Telefone: (11) 2233-9270
Funcionamento:
de terça a sexta-feira, das 9h às 20h, e finais de semana e
feriados das 12h às 17h

Fábrica
de Cultura Brasilândia
Avenida General
Penha Brasil, 2508
Telefone: (11) 3859-2300
Funcionamento: de
terça a sexta-feira, das 9h às 20h, e finais de semana e feriados
das 12h às 17h

Fábrica
de Cultura Jaçanã
Entrada 1: Rua
Raimundo Eduardo da Silva, 138
Entrada 2: Rua Albuquerque de
Almeida, 360
Telefone: (11) 2249-8010
Funcionamento: de terça
a sexta-feira, das 9h às 20h, e finais de semana e feriados das 12h
às 17h

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome