Mitos e verdades sobre a bichectomia

0
749

O procedimento de bichectomia é relativamente novidade no segmento de pequenas cirurgias faciais e está tendo muita procura. Realizada, na maioria dos casos, em consultório odontológico, os profissionais retiram parte da gordura da bochecha tanto para evitar mordidas durante a mastigação, quanto para afinar o rosto, promovendo o “efeito blush”.

A doutora Ianara Pinho, explica que é um procedimento simples com anestesia local e dura em torno de uma hora. Após o procedimento o paciente já recebe alta, todavia existe a necessidade de cuidados com a alimentação, para melhor cicatrização. A recuperação do procedimento se dá através de alimentação líquida, como sopas, caldos, sucos e vitaminas, no intuito de evitar a mastigação nos primeiros dias. “Alimentos gelados, como sorvetes também são indicados para a melhor cicatrização”, orienta.

Recomenda-se que, pacientes com restrições para procedimentos cirúrgicos devem evitar o método. “Pacientes com pressão alta não controlada, diabetes descompensada, distúrbios sanguíneos, não devem realizar o procedimento”, conta Ianara.

Mitos e verdades
Menores de idade podem se submeter ao procedimento?
Verdade. Diferente das cirurgias plásticas, a bichectomia pode ser realizada por uma pessoa que ainda não fez 18 anos, desde que haja a aprovação dos responsáveis legais.

As bochechas continuarão sempre finas 
Mito. Assim como depois de uma lipoaspiração, se o paciente não seguir uma alimentação adequada e praticar exercícios físicos, o peso voltará em pouco tempo. Assim também é com a bichectomia, as bolsas de gordura podem voltar a crescer.

A bichectomia pode ser feita por dentistas
Verdade. Dentistas cirurgiões bucomaxilofaciais podem fazer a cirurgia. Em casos que é necessário fazer uma lipoaspiração no pescoço ou outro procedimento estético, é indicado um cirurgião plástico.

O procedimento é muito doloroso
Mito. A região é anestesiada mas o paciente pode ou não ser sedado. O seu dentista ou cirurgião que irá definir o mais indicado.

Antes de realizar qualquer procedimento estético, procure a opinião do seu dentista ou médico de confiança para ver se é realmente necessário.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome