Operação Cata-Bagulho acontece na Casa Verde e Cachoeirinha

0
284

No próximo sábado, 06 de abril, a Operação Cata–Bagulho passará por diversas vias da região Casa Verde/Cachoeirinha.

O Cata-Bagulho é uma ação gratuita, promovida pela Prefeitura de São Paulo, realizada em todas as Subprefeituras, e tem como objetivo impedir que materiais inservíveis como móveis velhos, eletrodomésticos quebrados, pedaços de madeira e metal, sejam depositados indevidamente em vias públicas.

Os objetos a serem recolhidos devem ser colocados no mesmo dia, em sua calçada, a partir das 07h. Confira abaixo a relação das vias que serão atendidas:

Avenida Otaviano Alves de Lima; Avenida Ordem e Progresso; Avenida Engenheiro Caetano Álvares; Av. Ponte da Casa Verde; Ponte do Limão; Rua Antonio Lopes Pereira; Rua Marambaia; Avenida Assis Chateaubriand;Avenida Braz Leme; Avenida Olavo Fontura; Avenida Prof. Ida Kolb; Praça Del Amoroso Neto; Praça Mangaratu; Ponte Casa Verde; Rua Alfonso Renaldo Galluci; Rua Anita Malfatti; Rua Antenor Guirlanda; Rua Antonio Lopes Marin; Rua Antonio Nascimento Moura; Rua Atílio Piffer; Rua Bernardino Fanganiello; Rua Brazeliza Alves Carvalho; Rua Cone Amaral Melo; Rua Des. Euclides da Silveira;Rua do Havre; Rua D. Amaral Mousinho; Rua Domingos Fasolari; Rua Dr. Brito Franco; Rua Doutor Cesar Castiglioni Jr, Rua Dr. Francisco Alves Santos Filho; R. Doutor Gabriel de Veiga; R. Dr. Mello Nogueira. Rua Doutor Ribas Botelho; Rua Bem. João Carlos Muniz; Rua Engenheiro Franco Zamparo; Rua Francisco dos Santos; Rua Horacio Vergueiro Rudge; Rua Japo; Rua Jaguaretê; Rua Joao Nápoles Alvim; Rua João Rudge; Rua Joaquim Mendes; Rua José Amato; Rua Kiel; Rua Mangaratu; Rua Maria Medeiros; Rua Mourão Vieira; Rua Onda Verde; Rua Pe. Antonio D’Andegelo; Rua PRF. Hermenegildo de CAMPOS Almeida;Rua PRF Luciano Prata; Rua PRF Serpa Lopes; Rua Reim; Rua Relíquia; Rua Saguairu; Rua Samarita;Rua Sta Prisca;Rua S.Vencancio; Rua Urbano Duarte; Rua Victorio Primon; Rua Walter Deberitz; Rua Zanzibar; Rua Zara; TV. Alfonso Renaldo Galluci; TV. Victorio Gnan.

Além de prejudicar a conservação do espaço público, o descarte irregular atrapalha a locomoção de veículos e pode facilitar a proliferação de animais sinantrópicos causadores de doenças (zoonoses) como ratos, abelhas, vespas, escorpiões e baratas, colocando em risco a sua saúde. Vale lembrar que o lixo também é um dos principais causadores de desastres urbanos como entupimento de bocas de lobo e enchentes, que podem contribuir para acidentes e perdas.

Considerado crime ambiental, o descarte irregular em vias públicas é sujeito à multa no valor de até R$ 18 mil em caso de flagrantes, conforme estabelece a Lei de Limpeza Urbana, nº 13.478/02.

Você pode ajudar denunciando ações de descarte irregular através do aplicativo Limpa Já ou via Central de Atendimento do SP 156.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome