Projeto Colorizando discute a cultura indígena na Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha

0
273

Foto: Divulgação

Gratuitas e abertas ao público, as atividades propõem um olhar mais próximo ao cotidiano, à resistência e à cultura indígena

Durante o mês de abril a Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha – equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciado pela Poiesis – receberá o Projeto Colorizando. A iniciativa, que promove discussões sobre identidade racial, abordará, por meio de uma exposição, bate-papos e oficinas, o ensino sobre a História e a Cultura dos povos Indígenas nas escolas.

No dia 10 de março de 2008 foi sancionada a Lei 11.645. Com o objetivo de difundir as duas culturas como elementos da formação da sociedade brasileira, a norma determina que a temática da História e Cultura afro-brasileira e indígena, deve ser, obrigatoriamente, parte do currículo escolar. Mais de dez anos depois da determinação, o Projeto Colorizando, que nessa edição tratará especificamente da Cultura Indígena, utilizará diversas linguagens artísticas para estimular reflexões acerca do tema. Confira o cronograma de atividades:

Instalação: Cotidianos Indígenas
16 a 30/4, durante o horário de funcionamento da Fábrica
As obras da artista plástica Sheila Andrade trazem recortes do dia-a-dia de povos indígenas.

Bate-papo: Experiências e Vivência no Ciclo de Mulheres da Aldeia Maracanã
24/4, quarta-feira, das 19h às 21h30
Conversa sobre o Ciclo de Mulheres da comunidade de resistência indígena, Aldeia Maracanã, com o intuito de compartilhar e aprofundar os vínculos entre as mulheres presentes naquele espaço. Com mediação da Profª. Rita de Cássia, pedagoga e Bacharel em Filosofia, História, Relações Sociais e Cultura.
Experiência no ensino de trabalho no ciclo de mulheres da aldeia do Maracanã.

Bate-papo: Protagonismo da mulher indígena na história: resistência, luta e horizonte
24/4, quarta-feira, das 19h às 21h30
Debate sobre o papel da mulher indígena na resistência e formação da cultura. Com mediação da Profa. Ieda Lúcia de Oliveira, jornalista formada pela faculdade Cásper Líbero, historiadora licenciada e pós-graduada em História e Sociedade pela PUC-SP, professora de História, Filosofia e Sociologia na rede pública de São Paulo. Especialista na questão do feminino na sociedade, sua representatividade e resistência.

Desfile de moda indígena
24/4, quarta-feira, das 19h às 21h30
Com a artesã Ireni, da comunidade indígena do Jaraguá.

Oficina de Arte Plumária e Licocós
27/4, sábado, das 14h às 16h
Oficina de arte arte feita exclusivamente com penas e plumas(artificiais)e modelagem de bonecos de argila, chamados de licocós. Arte repleta de simbolismo, foi e continua sendo uma das criações estéticas mais desenvolvidas pelas culturas indígenas. Com a Prof.ª e artista plástica Sheila Andrade.

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha
Rua Franklin do Amaral, 1575
Telefone: (11) 2233-9270

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome