Virada Cultural 2019 acontece neste final de semana com programação especial no Sesc Santana 

0
519

Ema Stoned – Foto: Osvaldo Cornetti

A Virada Cultural na cidade de São Paulo ocorre entre os dias 18 de maio, a partir das 18h, e encerra no dia 19 de maio, às 18h. São 24h de muitas atividades e uma programação diversificada em toda cidade. O Sesc Santana participa ativamente e a temática gira em torno do Rock Psicodélico e independente das décadas de 70, 80, 90 e 2000. Bandas históricas passarão pelo palco do Sesc Santana, confira a
programação gratuita:

Som Nosso de cada dia | 18/05, às 19h30
Com quase 50 anos de atividade, passando por diversas formações e caminhos musicais e poéticos distintos, O Som Nosso de Cada Dia é reconhecido como um dos maiores nomes do rock progressivo brasileiro. Formada em 1972 por Pedro Baldanza, o Pedrão, Pedrinho Batera e Manito, lançou em 1974 o LP “SNEGS”, considerado por muitos um dos maiores clássicos do rock brasileiro, que é revisitado neste show especial.
Local: Solário. Livre. Grátis

Bonifrate | 18/05, às 20h30
Após dois anos longe dos palcos, Bonifrate apresenta ao vivo novas composições e faixas dos álbuns “Um Futuro Inteiro”, “Museu de Arte Moderna” e dos EPs “Toca do Cosmos” e “Lady Remédios”. No novo formato, reconstrói suas canções sozinho no palco sobre camadas de loops e mantras envolvidos por violão, harmônica, percussões e teclado.
Local: Deck do Jardim. Livre. Grátis.

Bike | 18/05, às 21h30
Há três anos na estrada, a BIKE segue em turnê com seu terceiro álbum, “Their Shamanic Majesties’ Third Request”, mergulhado em um universo exótico e soturno – que vai além das guitarras psicodélicas e os tradicionais vocais reverberados. Nesse momento, à sonoridade psicodélica do grupo se juntam o toque dos tambores, percussão indígena e o experimentalismo, apontando para um caminho musical mais sereno e maduro.
Local: Solário. Livre. Grátis

Homenagem a Júpiter Maçã | 18/05, às 22h30
O cantor e compositor gaúcho Júpiter Maçã (1968-2015) foi um dos ícones do rock independente brasileiro nas décadas de 90 e 2000, com sua sonoridade que remetia ao psicodelismo dos anos 60 e 70, aliado às suas letras com imagens surrealistas. Para homenagear sua trajetória, músicos que colaboraram e fizeram parte da banda que acompanhava o artista nas mais diversas fases, executam versões emocionantes e emocionadas da obra de Jupiter Maçã.
Local: Deck do Jardim. Livre. Grátis

Olho Nu | 18/05, às 18h e às 22h
Olho Nu é um espetáculo de dança que discute Hip Hop e fragilidade, ressaltando as fragilidades deste corpo potente e, ao mesmo tempo, revelando todo o potencial criativo existente por trás destas fragilidades. Olho Nu oferece ao expectador um olhar diverso e aproximado do universo Hip Hop e de sua dança.
A Companhia Híbrida foi fundada em 2007 pelo diretor e coreógrafo Renato Cruz, dentro do projeto social ‘Arte É o melhor Remédio’ (patrocinado via Lei Federal de Incentivo à Cultura desde 2012), sua composição básica era de alunos das oficinas de danças urbanas ministradas nos anos anteriores.
Local: Área de Convivência. Livre. Grátis

Jorge K | 18/05, às 19h e às 21h
Jorge k é camelô e arteiro viajante e como tal se comporta perante a plateia tentando impressionar, divertir e chamar atenção para o produto que vende: o “remédio para a alma e o espírito” – a Arte. Na performance ele conta como surgiu sua criação – segundo ele “o 1º Food Truck de Arte do Brasil”, a oitava maravilha do mundo contemporâneo, e apresenta ao público o grande circo da arte onde “Nada se cria, tudo se apropria”.
Jorge Luiz Fonseca trabalhou como professor do Departamento de Artes da UFJF e diretor de criação e produção de grupos de artesãos. Sua formação artística é autodidata com diferentes vivências e experiências profissionais como: maquinista de trem, marceneiro, designer de móveis, designer de moda e arte-educador.
Local: Deck de Entrada. Livre. Grátis

Ema Stoned | 19/05, às 17h
Formada em 2011, Ema Stoned é um trio feminino instrumental fortemente influenciado por rock psicodélico, noise, jazz e experimentalismo. A banda teve passagens arrebatadoras com a sua “Around Galaxies Tour” por expressivos festivais em São Paulo, Santa Catarina, Goiás e Pará. Com o lançamento do seu primeiro álbum em 2019, a banda segue experimentando novas sonoridades e formatos.
Local: Deck do Jardim. Livre. Grátis

Vitor Araújo | 19/05, às 16h
O novo trabalho de Vitor Araújo traz fortes influências de The Knife, Björk, Animal Collective e Radiohead, e é completamente diferente de tudo que Vitor já lançou, com forte presença percussiva e o casamento entre elementos eletrônicos e orquestrais. Em sua versão ao vivo foi mantido o caráter orgânico das percussões, mas agora os elementos acústicos e orquestrais dão lugar a uma formação de banda experimental. Guitarras, samples, synths, e computadores se unem ao piano de Vitor e tomam conta do palco.
Local: Solário. Livre. Grátis.

Serviço:
Virada Cultural 2019
Data: 18 e 19/05
Horário: Sábado das 18h a domingo às 18h.
Grátis.
Recomendação etária: Livre.
Local: Solário, capacidade: 500 lugares.
Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Jd. São Paulo.
Acesso para deficientes – estacionamento – ar condicionado.
Estacionamento – R$12,00 a primeira hora e R$ 3,00 a hora adicional – desconto para credenciados.
Para informações sobre outras programações ligue 0800-118220 ou acesse o portal www.sescsp.org.br

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Digite seu nome