CULTURA

Concerto/Live “De Beethoven A Piazzolla” com o Maestro João Carlos Martins

Divulgação –

João Carlos Martins e a Bachiana Filarmônica SESI-SP, após uma sequência de concertos/lives onde passearam por temas clássicos, trilhas de cinema, canções populares internacionais e nacionais, dedicam à música clássica sua próxima apresentação, em 11 de setembro, às 20h30.

O concerto, viabilizado através da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério do Turismo, começa com uma das mais conhecidas peças do repertório orquestral. Eine Kleine Musik (Uma Pequena Serenata Noturna), de W.A. Mozart, que, embora nunca tenha sido levada a público por seu compositor, é sua obra mais executada.

Uma das sinfonias mais fortes do repertório clássico, a Sinfonia nº 5, de L.V. Beethoven, segue impactando o público sempre que são ouvidas suas quatro notas iniciais. Martins apresenta Allegro com brio, o primeiro movimento desta peça também conhecida como Sinfonia do Destino, considerada um “monumento” da criação artística.

Seguindo a noite ainda com L.V. Beethoven, o Concerto para Piano nº 3Rondó: Allegro, com o solista Davi Campolongo, um diamante descoberto e que está sendo lapidado cuidadosamente pelo maestro João Carlos Martins, executará o terceiro movimento final ao piano, em tom maior marcado pela velocidade de um Presto Finale.

A soprano Anna Beatriz Gomes, parte do time de talentos descobertos pelo maestro João Carlos Martins, interpreta a ária A Rainha da Noite, da ópera A Flauta Mágica, de W.A. Mozart. A Rainha da Noite é a vilã da história, que representa as conturbadas relações de poder e subordinação da sociedade da época e a legitimidade dos aristocratas e das tiranias.

A ária mais conhecida do compositor Giácomo Puccini, Nessun Dorma, do último ato da ópera Turandot refere-se à proclamação da princesa Turandot, determinando que ninguém deve dormir: todos passarão a noite tentando descobrir o nome do príncipe desconhecido, Calaf, que aceitou o desafio. Imortalizada na voz de Luciano Pavarotti, será interpretada pelo tenor Jean William, que já encantou multidões cantando esta ária.

A noite segue com a segunda Valsa composta por Dmitri Shostakovich. Parte da Suíte para Orquestra de Variedades, uma suíte em oito movimentos, a valsa é o sétimo movimento da versão original e foi trilha sonora do filme soviético The First Echelon (1955).

Fechando o programa, o maestro João Carlos Martins assume o piano com uma das melodias mais belas de Astor Piazzolla, Adios Nonino, que o autor chamava de seu tango número um.

Concerto/Live:
Maestro João Carlos Martins e Bachiana Filarmônica SESI-SP
Solistas: Anna Beatriz Gomes (soprano), Davi Campolongo (piano) e Jean William (tenor)
Maestro adjunto: Adriano Machado
Data: 11 de setembro, às 20h30
Facebook e YouTube: Maestro João Carlos Martins e Sesi São Paulo
Lei de Incentivo à Cultura – Ministério do Turismo

Deixe uma resposta