DECORAÇÃO

O chame das suculentas na decoração

Foto: Getty Images

A Revista Artesanato dá dicas de como cuidar das graciosas suculentas e o que você precisa saber sobre elas

Quando pensamos em uma planta simples, que transforma e embeleza os ambientes, é inevitável que as suculentas venham em mente. Porém, estas plantinhas bonitinhas exigem cuidados específicos.
Pensando nisso, a Revista Artesanato separou informações para você saber que cuidar de suculentas é uma tarefa simples. Além disso, dicas sobre algumas espécies, os locais ideais para plantá-las e outras informações essenciais para que elas se desenvolvam de maneira saudável. Confira!

Cuidado básico

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto:monjardinmamaison

O básico se trata principalmente do ambiente e condicionamento. Afinal de contas, não basta apenas tomar uma postura genérica, cada planta demanda um cuidado específico. Porém, alguns cuidados básicos são universais. Um bom vaso possui, principalmente, drenagem. Vasos de plástico costumam atrasar a secagem da água enquanto os de argila ou barro lidam com isso melhor.
É sempre interessante trocar a suculenta para um vaso maior quando ela cresce, para melhorar a circulação de oxigênio.
Para as suculentas, também é uma boa ideia misturar um pouco de areia à terra, para facilitar que ela seque mais rápido e algumas pedras no fundo do vaso, para melhorar a drenagem.

 Água e Sol

Foto: Erika Raxworthy/ architecturaldigest

As suculentas preferem o solo mais seco para crescer. Portanto, só regue quando a terra estiver completamente seca. A falta de água não é motivo de preocupação para elas.
Com um regador ou copo molhe a terra diretamente até que a água escoe por baixo e está ótimo.
Não se deve molhar as folhas, isso pode apodrecê-las. Depois, espere a terra secar novamente, algo que costuma levar até uma semana.

Sol é uma necessidade, então encontre uma janela bem iluminada e deixe sua suculenta tomando um banho de sol por lá. A cor dela diz muito sobre a demanda de luz natural de cada uma. Por exemplo, as laranjas, roxas ou de tons mais escuros, precisam de mais luz natural. Por outro lado, as verdes, especialmente mais claras, se adaptam bem dentro de ambientes com menos luz.

Foto: Erika Raxworthy/ architecturaldigest

Outra opção é ir alternando entre uma semana de luz direta e uma semana em um lugar com menos luz, como um banheiro, por exemplo, caso ela seja decorativa. Alguns dias de luz sempre restauram seu aspecto.

 Espécies

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: succulentsbox

Existem milhares de espécies de suculentas, o que inevitavelmente gera algumas diferenças entre elas. Em termos gerais, o cuidado não muda muito. A principal diferença é realmente a questão do sol.
Certas suculentas precisam de muito calor e sol para crescerem saudáveis, então precisam ser colocadas sob sol pleno. Alguns exemplos são: Planta-Jade; Senécio Azul; Orelha de Elefante; Graptoveria fantome; Sedum pachyphyllum.
Por outro lado, as suculentas de sombra não suportam esse excesso, sendo então a escolha ideal para ambientes internos. Afinal, são muito resistentes, logo, o seu cultivo é mais fácil ainda! Alguns exemplos são: Rhipsalis; Sedum morganianum; Crassula ovata; Haworthias; Euphorbias.
Como você pode ver, existem suculentas que suportam ficar tomando um banho de sol em varandas ou em áreas externas sem problemas. Da mesma maneira tem como cuidar de suculentas em garagens, áreas cobertas ou interiores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: etsy

Viu como cuidar de suculentas é simples? E o melhor de tudo é o quanto elas agregam dando uma leveza aos ambientes, além de ser sempre uma decoração charmosa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: gardens.theownerbuildernetwork

 Fonte: Revista Artesanato.

Deixe uma resposta